24
set
10

Desmistificando a Primeira Vez da Mulher

snTava voltando de ônibus da faculdade quando ouvi uma discussão de um casal a frente que me chamou a atenção. Na verdade o que me fez me focar neles foram as palavras “você está me pressionando demais” e em resposta “mais estamos juntos há mais de seis meses”; por acaso a música que tava tocando no meu celular (eu estava só com um fone no ouvido) era “Você Não Soube Me Amar” e aí eu fiquei imaginando a situação: ela era virgem e ele mal esperava a hora dela não ser mais.

Sabe quando você fica formulando um monte de teorias na cabeça, e nunca chega a uma solução ótima? Bem, acho que todo mundo já passou por isso! As mulheres sempre passam por isso quando tentam entender o que os homens querem dizer com “eu te amo” e olham pra uma bunda aprumada numa calça jeans logo depois; e os homens sempre querem entender várias questões das mulheres; principalmente essa sobre sexo e a primeira vez feminina. Sei bem que hoje em dia, nem 20% das mulheres se guarda para aquele cara que ela confia totalmente; elas simplesmente deixam o bonitão com pegada levar isso delas (e com isso, ela também acaba por impedir que algum dia ele possa respeitá-la); mas enfim, focando-se nesses 20% (e a pobre namorada aperriada do ônibus), que para mim são as mulheres que realmente interessam: porque diabos essa complicação toda?

Alice pode (e muito provavelmente deve) explicar melhor essa situação, ou até mesmo, vocês leitoras daqui do “Muito Melhor Que a Tua Ex”, porém eu vou me arriscar nesse assunto! Ah, eu já conversei com tantas amigas, tantas mulheres; várias expicações diferentes, porém todas chegavam parecidas: medo e vergonha. Ora bolas, eu não sei o porque, mas os homens começam a se sastifazer sexualmente aos 10 ou 11 (o bom e velho 5 contra 1), enquanto as mulheres só começam (se começam) lá pros 16… E ainda tem gente que diz que as meninas amadurecem mais cedo que os meninos… Bem sexualmente, isso é mentira deslavada. Acho que por isso que as mulheres tem tanta vergonha de fazer as preliminares e os pontos finais… Só que esse ainda não é o foco que quero chegar, o prato principal é o Medo. Veja bem, MEDO: 1. Falta de coragem; 2. pusilanimidade; 3. Ato ou efeito de temer; 4. receio. – Enquanto os garotos não veem a hora de conseguir fazer qualquer coisa, as garotas se inibem ao máximo nesse assunto, e até para conversar sobre assunto com as pessoas que mais confiam, são altamente receosas. Não estou afirmando que converso sobre minha vida sexual com todos, nem estou dizendo para alguém fazê-lo, até porque uma vida sexual remete a casais (ou não) e a intimidade destes, deve ser só deles; mas enfim, voltando ao assunto: por que tanto medo? Algumas respostas recorrentes são: 1. Medo de Engravidar. 2. Medo de Doer. 3. Medo de Não Estar Pronta. 4. Medo dele Não ser o Cara Certo. 5. Medo de Não Gostar.

Já perceberam a complicação? Engravidar hoje em dia só se o casal for muito irresponsável e mal-informado (e como estamos falando dos 20% que se importam de guardar a virgindade, elas são bem cabreiras). Doer é relativo, depende de cada uma a intensidade. Tecnicamente, as mulheres estão prontas após mais ou menos um ano que começaram a menstruar. O cara certo não existe, botem isso na cabeça; não existe príncipe encatado, ele só será o cara certo se o relacionamento der certo, ou seja, a pergunta está errada. E mesmo sabendo de tudo isso (acreditem a maioria sabe) elas ainda assim se impedem de chegar no rala-e-rola.

Assim, se você, leitora daqui do blog é uma desses 20%, posso oferecer um conselho. O Homem em questão só vai querer aquilo, mas isso não significa que ele não vai se apaixonar no caminho disso; então o ideal é que você conquiste-o durante o tempo. Sexo não é o relacionamento, é só uma parte prazerosa dele. E fica a dica para quem tem um relacionamento conturbado por causa da falta de sexo, bem, a solução não necessariamente vai ser o rala-e-rola. O Sexo não serve pra encobrir os problemas reais do relacionamento. De tanto conversar com meus amigos sobre esse assunto, chegamos ao consenso que o mínimo que uma mulher deve se preservar, são 3 meses de namoro. Mesmo que ela morra de vontade, é o ideal para o homem se acostumar a ter só ela, e ai sim se contentar só com ela!

O grande problema quando não acontece o sexo, é depois de muito tempo (para ele) de namoro (caso do casal que me fez vir no ônibus pensando nessas besteiras) o homem acha que não fizeram por ela não saber amá-lo de verdade; a insistencia dele é tão grande que a Mulher acha que ele só estar com ela por causa disso e acha que ele não sabe amá-la. Mesmo se parecendo muito, mesmo sendo um casal sensacional. Os dois vão afirmar que um não sabe amar o outro. O começo do namoro foi lindo, só que de tanto bater nessa tecla, os dois se desgastam. De repente, ele não quer mais conversar, e acaba sendo grosso. Ela enjoa dos dramas, e a sincronia de ambos, que daria tão certo, acaba por ser destruída.

Então: não tenham medo do sexo, ele é uma parte boa do amor, a parte prazerosa e engraçada (é tem a parte engraçada!), porém não o trate como uma coisa qualquer, assim como não trate o amor como uma coisa qualquer, é muito mais valioso do que parece. Não sei se o namorado lá já conseguiu o que queria (eu como homem, torço que sim), porém conseguindo ou não, eu espero que o namoro deles ganhe intimidade o suficiente para isso. Pois de nada adianta um namoro onde já aconteceu sexo, e os dois não se conhecem de verdade. Acho que mais importante que fazer o sexo, é ter intimidade para fazer (ou não) e conhecer cada parte um do outro (fisica e da personalidade).

P.S.: Ah e usem camisinha! HSUIHSUIHSUIHUISH, tinha que falar isso!


3 Responses to “Desmistificando a Primeira Vez da Mulher”


  1. 24 de setembro de 2010 às 6:41 PM

    Acho que fala melhor quem tem conhecimento de causa. E “rala e rola” é terrível! Hahahaha.
    Beijo.

    Obs: me manda o link da imagem, porque como tu pode ver, não pegou!

  2. 2 Filipa
    24 de setembro de 2010 às 6:43 PM

    essa é uma coisa que homem nunca vai entender!
    oieoeioeioeioieoieie

  3. 3 Monick Melo
    27 de setembro de 2010 às 1:03 PM

    Tenho uma amiga de 20 anos, virgem e ta DESESPERADA pra deixar de ser, mas está cheia desses medos, por não ter namorado, porque “vai que o cara não fique mais comigo depois”, porque “vai doer”, etc,etc,etc. Já conversei muito com ela à respeito e digo que príncipes não existem; (mas o cara tem que ter uma certa sensibilidade tbm neh? ir com calma e talz.) e principalmente pra ela fazer sexo quando ELA tiver afim e não por pressão.

    PS. Vou enviar essa postagem pra ela…vai que “Elizabeth” consiga enxergar a luz..kkkkkkkkkkk

    Bjinhos Bruno… ^^


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: