17
fev
10

“Prenez soin de Vous” – Cuide de você.

 

Date: Tue, 26 Jan 2010 02:32:42 +0000
To: “Sophie”<sophiefulana@hotmail.com>
From: “Amor” <lucasfulano@hotmail.com>
Subject: Carta.

Não entendo o que aconteceu. Tinha colocado na minha cabeça não ir mais atrás devido à maneira como você decretou o fim, mas minha curiosidade foi maior. O que houve? Você passou a não atender minhas ligações, não responder minhas mensagens, e eu nem te vejo mais no MSN, por acaso me excluiu? Por quais motivos resolveu me ignorar? Não entendo mesmo, desde o início você sabia como iria ser. E esse meu discurso já tá ficando cansativo, eu concordo.

Resolvi então não falar de tudo que foi, nem de como foi. Resolvi não falar dos erros, dos problemas, das falhas da minha personalidade ou da sua, muito menos de como foi insensível a maneira como você resolveu terminar. Hoje vou falar de tudo que podia ter sido e não foi. Mas que talvez ainda possa ser.

Talvez esse email devesse ser escrito num dialeto só nosso. Escrito com nossos sons ecoando por aí, nossos beijos, apertos, e músicas. Coisas que só a gente entenderia. Imagino que não entendam que nós dois somos uma palavra. Estamos situados entre dois espaços em branco, ou entre espaço em branco e sinal de pontuação. Não temos apenas um sentido, nós somos vários significados. Fazemos sentidos em contextos.

Hoje quando abri minha carteira, caiu dela um papelzinho com o desenho que você fez, nós dois de mãos dadas em bonecos de palitinho coloridos. Nem lembrava que ainda tinha esse papel guardado, mas não pude deixar de lembrar o quanto era bom estar com você. Você realmente consegue me fazer bem, um bem que eu nunca imaginei que alguém pudesse carregar e transmitir. Tem a força para eliminar todas as coisas negativas que o dia a dia pode me empurrar goela abaixo. “You make it easier when life gets hard”.

Imaginei que pudéssemos ficar juntos por muito tempo, mantendo a energia boa que emanávamos ao lado um do outro. Até você não querer mais. Lembra que a ideia era ficarmos juntos até um não querer mais? Aceitei que você vez a sua escolha, mas gostaria de saber os motivos.

Queria que você repensasse sua decisão. Não gosta também de estar comigo? Isso é o que importa, bons momentos. É disso que uma vida feliz é feita, dos bons momentos… Afinal, ninguém é feliz todo tempo. É assim que considero que os relacionamentos felizes são: traduzidos em bons momentos.

Entendo que em alguns momentos não agi como gostaria que fosse, mas é assim que acontecem as coisas. Somos seres humanos diferentes e nem sempre aquilo que a gente espera do outro é o que ele realmente quer fazer naquele momento. Quero que entenda que não é proposital.

Embora eu fosse mais velho que você, contigo aprendi tanta coisa, Sô. Me ensinou coisas sobre os sentimentos, mostrou coisas sobre mim que eu nem conhecia. Você é capaz de lembrar o quanto nos divertíamos juntos? Lembra de como você cabe direitinho nos meus braços? Lembra também de como as horas passavam correndo quando estávamos juntos?

Não queria que terminasse assim, você me faz tão bem. Sinto sua falta. Podemos conversar qualquer dia desses?

Obs: vai em anexo a nossa foto que eu mais gosto!
Um beijo, Lucas.

___________________________________________________________________________

Date: Tue, 27 Jan 2010 22:55:38 +0000
To: “Amor” <lucasfulano@hotmail.com>
From: “Sophie”<sophiefulana@hotmail.com>
Subject: RE: Carta.

Eu tinha me prometido nunca escrever nada pra você. Mas, nesse caso, se tornou necessária uma resposta. Não é que eu deva satisfações ou que falar algo seja necessário depois de tudo. Não é que eu acredite que algo do que eu diga aqui vai mudar alguma coisa na sua maneira de pensar ou de ver a vida e o amor. É só que eu sou assim, acabo agindo com o impulso da emoção. Vou novamente contra todas as pessoas que me disseram para não responder o email.

Querido, a vida é um eco, nunca esqueça disso. Tudo que você emite, volta pra você com a mesma intensidade. Nossa vida é só um reflexo das nossas ações. Se você quer mais amor, dê mais amor. Se você quer mais compreensão, seja mais compreensivo. Se você quer alcançar o coração de alguém, deixe que alcancem o seu também. Se você quer ser respeitado, respeite. A vida não é uma coincidência, ela é apenas uma consequência de você e dos seus atos.

Nós podemos ter muitos personagens, você desperta de mim apenas o que quer ou o que merece. Um dia posso ser uma e no outro, outra completamente diferente. Eu sempre me achei forte demais, dura na queda. Acabei descobrindo muito com você também, conheci um lado meu frágil que não esperava. Nunca esperei que cairia no clichê de gostar de você. E não foi por falta de aviso que entrei nessa, é verdade, eu sempre soube como seriam as coisas. Mas outra coisa que eu sempre soube muito bem é tirar meu time de campo quando as coisas estão ruins.

O problema é que nós, mulheres, gostamos de desafios. E a gente sempre acha que vai ser diferente dessa vez, que a gente pode ajudar a consertar o que tá errado em alguém. Eu quis desistir muitas vezes, mas nunca por medo de me apaixonar. Era uma questão de praticidade, não queria me apaixonar por alguém que também não queria. É como já falei antes, se você vê um obstáculo, a saída óbvia é desviar dele e não seguir cega e desembestada pra tropeçar.

E foi o que eu tentei fazer, desviar, antes que eu tropeçasse. Meus planos não deram muito certo, foi como se eu sentasse no chão e me recusasse a ver o obstáculo. Acabei me envolvendo aos poucos. E não há nada de errado nisso, depois de tanto tempo, qualquer pessoa que possui um coração começaria a se envolver. Hoje é como se tudo que eu disse tivesse se apagado, por ter perdido completamente o sentido, por falta de reciprocidade. E é como se tudo que você disse tenha ficado sem nexo por falta de verdade.

A partir do momento que começou a não me dar satisfações, que passou a sumir sem nada dizer, e passar tempos pelo mundo, eu comecei a agir exatamente como você. Sumi e não quis dizer pra onde, nem porque. Não foi de repente, de uma hora pra outra… Foi acontecendo até eu encher o saco e não querer mais. Não foi por birra, é só que eu não preciso mesmo dar satisfação alguma, não quero mais.

Eu sou uma pessoa especial e gosto de ser tratada como tal. Não admito ser tratada como mais uma, e é assim que sou tratada. Você nunca me disse nada além do que diz a todas as outras. E, tem um toque tão amador nisso tudo, já que eu sei disso porque conheço muitas das outras.

Sinceramente não entendo porque ainda insiste nisso. Se como eu, tem aos montes por aí, não é mesmo? O algo a mais em mim, está no meu coração, e só quem alcança ele pode conhecer meu algo a mais. O combinado era ficarmos juntos até o dia que não fosse mais bom para um dos dois. E pra mim já deu o que tinha que dar, já disse, não quero nem vou perder meu tempo com algo inútil. Pode até ser que você ainda tenha jeito, mas eu não vou pagar pra ver. Sinto muito, gostaria de ainda acreditar nisso e achar que um dia poderia dar em algo, mas do jeito que as coisas acontecem entre nós, nunca vai dar certo e eu mereço mais. Tente entender, espero que seja feliz de qualquer jeito que escolha ser, só não venha me pedir que te acompanhe nisso.

Eu lembro de tudo. Mas infelizmente não lembro apenas das coisas boas. Lembro principalmente de quando você passou a me evitar, começou a ficar chato e evitava passar uma parte seu tempo livre comigo. Lembro-me de como eu era apenas uma no meio de tantas, apenas com o bônus de te fazer sentir mais tranquilo, mais feliz. E talvez você nem entenda o que isso quer dizer. Talvez até perceba o que quer dizer, mas ignore o significado por medo. Medo de que no dia que você aceitar a verdade dos fatos, do quanto importo pra você, você perceba que não pode simplesmente correr.

Agora deixo um pedaço de uma música que gosto muito e faz muito sentido aqui:

“Seems like I’m best at leaving when leaving is not the best thing. You couldn’t help it if you needed more than I could give. That’s just the way it goes. I call you misplaced but never a waste of my time. Everybody’s gonna make mistakes, but you’ll never be one of mine. You couldn’t help it if you needed more than I could give. That’s just the way it goes now. Loved me fearless when you needed to. You would not rest till you came through. So god bless and thank you. There is no anger, it’s just you and I and the truth. You can try to make her but love will not be forced to bloom.
You couldn’t help it if you needed more than I could give. That’s just the way it goes. The only love worth fighting for is one that you can win and, that’s just the way it goes now. You would not break but you could bend. And for love’s sake you let love end, But I still swear that you were god sent. And you stood before me knowing that the wings I have you gave.And that’s just the way it goes now. And I barely have the breath to breathe much less to fly away. And that’s just the way it goes now. And a silence entered the room for a one last, ‘I’m gonna love you.’ So god bless and thank you.” Bittersweet – Sara Bareilles.

Cuide de você e seja feliz!
Sophie.


5 Responses to ““Prenez soin de Vous” – Cuide de você.”


  1. 2 Loli
    17 de fevereiro de 2010 às 7:08 PM

    é por isso que amo esse blog!
    parabens, texto lindo demais

  2. 3 chicofreitas
    18 de fevereiro de 2010 às 2:11 AM

    you got what it takes, girl.

  3. 4 milena
    27 de fevereiro de 2010 às 7:37 PM

    seus textos simplesmente me traduzem, juro! parabéns a vocês, tudo sempre lindo!

  4. 13 de agosto de 2010 às 4:50 PM

    Maravilhoso!!! Parabéns! Favoritei!
    Beijos


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: