19
ago
09

“Homem que trai, o pipi cai!”

Como já dizia o meu querido dicionário Luft: “Tra.i.ção s.f. 1. Ação ou efeito de trair(-se). 2. Deslealdade; perfídia”. Eu nunca traí, mas provavelmente, já fui traída. Como esse não é o tipo de notícia que chega pelo correio junto com as contas (algumas vezes até chega naquelas cartas anônimas… mas, deixa pra lá!), fica difícil adivinhar se você é a famosa chifruda ou não.

Se tem uma coisa que me deixa abusada, é assistir alguém traindo e ficar quietinha. Outro dia saí com meu grupo de amigos, que claro, inclui alguns Ex-alguma-coisa (vai de namorados à paquerinhas). Tinha acabado de voltar de uma viagem de alguns meses, com algumas mudanças na aparência, enfim, uma nova mulher! Coloquei o meu melhor vestido, o meu melhor sapato, fiz a minha melhor maquiagem e lá fui eu, badalar pelo mundo. Chegando lá, me deparo com um Ex (daqueles que na nossa cabeça eram o grande amor das nossas vidas, sabe? E que você passa, sei lá, 3 anos morrendo de amores…), nos cumprimentamos e tudo bem. Bebidinha pra lá, dancinha pra cá, e depois de muitas tentativas de ganhar um beijo meu, ele desistiu e ficou aos beijos com uma figura desconhecida lá. Estaria tudo bem se ele não tivesse namorada.

Ainda por cima, a namorada dele morre de ciúme de mim, logo de mim, que sempre tento ajudar a pobre corna! Um dia ele foi inventar de contar toda a nossa história pra ela e se deu a confusão. A coitada é tão ciumenta que até pro aniversário dele, ela proibiu ele de ir porque eu estaria lá. Nesse dia, faltou pouco pra eu ligar pra ela e dizer: “Querida, não se preocupe, não adianta mais segurar ele em casa, você já é corna!”, mentira! Eu não sou tão malvada assim. Mas que dá vontade de dizer a ela: “se você não pode com seus inimigos, una-se à eles”, dá!

Assisti a cena a madrugada inteira, meio bêbada, e fazendo esforço para não soltar tudo que eu queria dizer a ele (sim, eu sou uma bêbada falante e sincera). Consegui me segurar e no outro dia fui conversar com ele, como amiga, esperando que ele entendesse que namoro é um compromisso que a gente assume com alguém e tudo mais, falei sobre sinceridade, confiança e blá blá blá. Ele fez que entendeu tudo, deu um risinho safado e disse: “Eu sei que errei, mas já me arrependi, nunca mais vai acontecer.” (eu não sei porque ainda acredito nessas coisas).

Na mesma semana, saímos todos juntos de novo, eu não estava mais com o meu vestido mais bonito, nem a maquiagem mais glamourosa, mas ainda assim, estava linda! Bebidinhas pra lá, conversinhas pra cá, sorrisinhos por todos os lados. E dessa vez, ele achou pouco trair, e resolveu que seria comigo! Entendeu minha conversa com ele sobre compromisso, ética, e sinceridade, como “chilique ciumento”. Pra cima de moi?! Não, eu não mereço isso. Aí, eu realmente desisti de vez, esse é safado e não tem pra onde.

Mas, o que me deixa encucada é: por que ele trai? Montei uma gama de possibilidades (lá vou eu com minhas possibilidades novamente). Possibilidade um: Ele trai porque não gosta dela. Se gostasse, não ia se interessar por mais ninguém. Ele pode jurar de pés juntos que ama a namorada, que isso pra mim vai ser mais uma das mentiras dele. Possibilidade dois: É porque tem homem que é assim mesmo, gosta de ter uma de porto e todas as outras pelo mundo. Porque é da natureza masculina achar que a infidelidade faz parte de sua natureza poligâmica. Eles podem amar suas namoradas e desejar outras sem o menor conflito, ligações de horas pros amigos e caixas de sorvete de chocolate. Possibilidade três: Ele quer treinar a capacidade criativa dele. Afinal, trair dá trabalho: haja fôlego para inventar desculpas e mais desculpas e atender demandas emocionais e sexuais de duas pessoas ao mesmo tempo!

Novamente deixei a minha preferida para o Gran Finale. Ele trai por quer é um egocêntrico, esdrúxulo, safado, descarado, sem vergonha, e que não tem o mínimo respeito e consideração pela pobre da namorada corna (eu nem gosto dela mas, perceba que isso pisa no meu calo, porque um dia desses poderia ser eu!). Tá bom, já esculhambei, avacalhei, desmoralizei, e ridicularizei (como preferir) o indivíduo, então agora, pra ele, só fica o meu lamento: “Homem que trai, o pipi cai!”.


20 Responses to ““Homem que trai, o pipi cai!””


  1. 1 ton ton
    19 de agosto de 2009 às 7:37 PM

    AHAHAHAHHAHAHA 🙂
    nao sei como, mas também acho exatamente isso!

  2. 2 JC
    20 de agosto de 2009 às 2:19 AM

    Oi!

    Passei pra agradecer a visita/comentário lá no Averso e dizer que gostei bastante do seu blog (apesar de ser meio feminino demais pro meu gosto… rs). Boa sorte com ele!

  3. 3 rafa
    20 de agosto de 2009 às 2:49 AM

    Adoreii seuss textoos!!
    Vo toma cuidado pra num deixar o pipi cair kkk

    bjuuu!

  4. 4 mister23
    20 de agosto de 2009 às 3:50 AM

    ehehehh É sempre divertido ver o outro lado da moeda quando se trata de relacionamentos…
    Sobre este exato tema… eu falei o seguinte….
    http://donoctavio.wordpress.com/2009/07/18/por-que-traimos/
    Dá uma olhada depois…

  5. 5 Villanden
    20 de agosto de 2009 às 4:25 AM

    Trair parece trabalhoso demais…não compensa.

    Boa sorte nestes relatos, isto sempre vai bem =)

  6. 6 ithinkred
    20 de agosto de 2009 às 10:58 AM

    Haha..gostei do texto =p esse assunto gera mta polêmica..se vc quiser eu posso tentar te explicar o que passa na “mente vazia” dos caras que traem..tenho vários amigos que acham isso normal..ainda bem que eu não acho..
    []’s

  7. 7 adrieelle
    20 de agosto de 2009 às 1:34 PM

    ahahahah xD
    O post ficou ótimo!
    parabéns mais uma vez .
    :*

  8. 20 de agosto de 2009 às 3:42 PM

    Então, acredito que traição acontece por falta de segurança do traidor. O homem que trai não é seguro com seu relacionamento atual, buscando outras mulheres para afirmar sua macho-alfesa, enquanto a mulher que trai não está se sentindo confortável com seu atual companheiro, seja por falta de atenção, seja por causa do sexo.

    Quando se está num relacionamento como namoro (ou casamento, noivado), se faz necessário ser fiel com quem tu está. A monogamia já existe para isto, não há a necessidade de ir atrás de outra!

    Enfim, como disseram Die Ärzte, männer sind schweine. Ou “homens são porcos”, no bom e velho português.

  9. 9 marjoriebier
    21 de agosto de 2009 às 2:20 AM

    Obrigada pela visita. Retrbuí e voltarei… gostei do que aqui encontrei! Besos

  10. 21 de agosto de 2009 às 4:24 AM

    Olá, desculpe a demora para entrar no seu blog, mas é que eu estava meio ocupado!
    Parabéns pelo blog, eu achei bem bacana e você escreve muito bem! Adorei esse post, eu realmente concordo com você… eu já traí e já fui traído e nenhuma das duas coisas é legal, na verdade as duas são uma merda (com o perdão da palavra). Felizmente meu pipi não caiu heheheh, é porque eu acho que todos merecem e sempre tem uma segunda chance. Dentre as suas opções eu tendo a concordar mais com a terceira, pois realmente muitos caras ficam estimulados pelo desafio da conquista, e eu me incluo nessa, pois sem dúvida é muito prazeroso conquistar alguém, mas para mim, enganar e trair uma pessoa que gosta de você é muito pior e com certeza não vale a pena!

  11. 11 Emerson Menezes
    21 de agosto de 2009 às 4:35 AM

    Otimo texto, muito interessante.
    Porém, acho que você esta sendo um pouco exagerada e nada imparcial.
    Infidelidade conjugal é infelizmente algo que vem se tornando comum na sociedade moderna, mas em alguns lugares como no Rio de Janeiro, a infidelidade feminina está em um nivel muito mais elevado, e para mim, já não é mais verdade que a mulher ‘só traí quando tem motivo’.

    Ninguém gosta ou gostaria de ser traído, mas, sou do time que aquilo que os olhos não veem o coração não sente. Já tive conversas com a minha namorada sobre isso e disse a ela: ” Você tem livre arbítrio, a vida é sua, é problema seu, só não quero ter o desprazer de ver, quem vai ficar com fama de vadia é você e a consciência que vai pesar é a sua por ter traído a quem se dedicou tanto a você.” Se não pesar a consciência é porque ela não presta. Mas a minha presta 😉 Até que se prove o contrário.

    Abraços

    http://blogdoporque.wordpress.com/

  12. 12 Foca
    21 de agosto de 2009 às 5:13 AM

    Bom, nem sou do tipo galinha, pelo contrário, acho que tô mais pro tipo que é traído, mas entendo que o mundo não é em preto e branco. E tb não só os homens que são malvadões e coisa e tal… tudo é muito mais complexo… em que medida desejar alguém tb não é traíção? e falar a verdade o tempo todo dá certo? O ser humano é um bicho deveras complicado… Sartre dizia que o inferno são os outros, e, ainda assim, não deixou de se envolver com sua “castor”… não estou defendendo seu amigo, só que é difícil prever todas as possibilidades vindouras e dizer que nunca irá trair… e tb, já demonstrava o saudoso Nelson Rodruigues que os canalhas é que fazem sucesso com as fulanas… rs

  13. 13 tatyseixas
    21 de agosto de 2009 às 6:39 PM

    Amei o post! Menina, homem trai porque é palhaço. Num tem outra explicação mais plausível que essa. A ideia é tentar achar um que tenha o gene da palhaçada mais recessivo (não se iluda, o cromossomo Y trás consigo esse gene). O meu maridinho Ogro possui esse gene recessível, até porque tem medo do meu gene da loucura vingativa. Mas em compensação, as características de Ogro afloram que é uma maravilha… Fazer o que? Junto com a linguiça vem sempre o porco! Um beijão da destiladora de veneno (http://destilandoveneno.wordpress.com)

  14. 21 de agosto de 2009 às 7:59 PM

    Que jóia seu blog, adorei o nome e o assunto é do tipo que todo mundo precisa ler de vez em quando. Valeu pelo comentário no blog do lançamento Nilson&Maria. Bjosssssss

  15. 16 dotenorio
    21 de agosto de 2009 às 8:42 PM

    Puts…

    que massa!!

    gostei do texto.. e da expressão..

    ainda bem que meu pipi nunca vai cair.. sem traição o mundo seria bem melhor!

  16. 17 Leo
    22 de agosto de 2009 às 3:45 AM

    O meu não caiu! heauheauehaueh
    pelo menos, ainda não…. falando sério, já traí, mas num faço mais.
    beijos Leo.

  17. 22 de agosto de 2009 às 10:26 PM

    Vou falar um nagócio aqui, deus queira que os membros da irmandade não me localize, nem ache que sou um dicidente.

    Se seu namorado não gosta de você, você sabe. Então a possibilidade de não gostar não precisa ser “conjecturada”. Vocês mulheres têm sensibilidade suficiente para notar.

    Quando o homem trai gostando só tem uma explicação: Ele acha que não vai te perder. A vontade de trair é uma constante. A chance de você levar uma gaia é diretamente proporcional a sua atitude “de boa”, “desinteressada”. Mostre que se ele vacilar já era. Não perdoe. Homem só trai se achar que não vai perder.

    É isso aí.

    Abraços!

  18. 23 de agosto de 2009 às 9:52 PM

    Ola

    Vou ser sincero com vc: Existem pessoas que nao vao trair sua namorada, eu sou um deles. Nao trai as minhas namoradas, ainda que estivesse conversando com uma menina que se declarasse pra mim (sim, esta situacao aconteceu).

    acredito que um relacionamento serio eh inflexivel neste ponto, nao se deve trair e justifico com o seguinte motivo:

    – vc se dedica a esta pessoa, faz o possivel, e as vezes o impossivel para que seja um relacionamento agradavel e principalmente deve respeita-la.

    Nao eh justo depois de fazer td isso, esta pessoa ir atras de outro (partindo do principio que vc fez tudo acima). Isto seria falta de respeito em fazer de otario, trouxa…alguem que te quis bem.

    No fundo acho que as mulheres tb estao traindo, mais do que os homens hj. Sabe pq? Existe a ideia de que todos os homens vao trai-las…e isto nao eh verdade, quando aparece alguem com este perfil, eles nao sao valorizados.

  19. 20 Savio
    27 de agosto de 2009 às 11:00 PM

    como no outro post aqui dese blog,
    o homem trai porq acha que pode, se a sociedade nao fosse machista,
    talvez nos, homens, nao tivessemos a liberdade pra trair e ser perdoado


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: